Notícias

Judiciário cobra solução do mau cheiro de esgoto na rede pluvial

Judiciário cobra solução do mau cheiro de esgoto na rede pluvial
maio 31
10:19 2017

O mau-cheiro do esgoto, provocado principalmente pelas ligações ilegais na rede pluvial, levou o Judiciário a determinar a solução do problema em 60 dias pela SAE, depois de uma ação do MP. O não cumprimento implica em uma multa diária de R$ 1 mil reais.
O problema é antigo e tempos atrás a SAE tinha até um robô que entrava dentro da tubulação da rede pluvial para verificar as ligações clandestinas. Segundo informação o problema atinge elo menos 14 bairros da cidade. A ação do MP é de fevereiro desse ano, embora o problema já exista há mais de 30 anos.
“O Esgoto sanitário tem que ser ligado na rede de esgoto ou quando inexistente em fossas sépticas com sumidouro, é o que determina a legislação”, disse Dr. Rony Alvacir, promotor público (foto).
O procurador jurídico do município, Dr. Leonardo Rocha, disse que ainda não havia sido notificado da decisão do juiz, mas que o município sabendo desse problema há anos estava já empreendendo ações visando a contratação de tecnologia de sondagem eletrônica que permite a localização de ligações clandestinas de esgoto na rede pluvial.
Seguramente o prazo de 60 dias não será possível efetivar o trabalho de localizar todas as residências e comércios que realizam despejo de esgoto na rede pluvial.

Compartilhar

Sobre o Autor

Hugo César

Hugo César

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

dezessete − dois =