Notícias

Vereador Deusmar Barbosa (PMDB) na Rádio Sucesso

Vereador Deusmar Barbosa (PMDB) na Rádio Sucesso
maio 19
20:12 2017

 

Quando eu tinha poucos meses como vereador, em 2013, o ex-prefeito mandou minha esposa, que é dentista, para Santo Antônio do Rio Verde. Ela ia no seu próprio carro.

 

Vou ter que fazer modificação na Câmara. Vamos ter que fazer um grande enxugamento na Câmara, deve ser em torno de 70. Estou sendo questionado pela promotora.

 

Na gestão anterior tinha vereador que tinha 5 funcionários da família. Era o pai, a mãe, a esposa, a irmã.

 

Eu falo o que tem que falar. Se existisse o Código de Ética na Câmara eu teria sido cassado. Na gestão passada foi denunciado que os vereadores da base do ex-prefeito recebiam R$ 10 mil reais de mensalinho. O vereador Daniel do Floresta foi quem denunciou e eu bati muito nisso. Por isso sou contra o Código de Ética que para mim serviria para judiar de colegas vereadores.

 

Tenho a vida apertada. Devo sim, mas pago. Não roubo.

 

Hoje estamos com dificuldade para liberar os R$ 17 milhões, do governo federal, para canalizar o córrego Pirapitinga por falta da certidão negativa de dívidas, que foram deixadas pela administração anterior, o que impede essa emissão do documento.

 

Hoje há muita dificuldade para agilizar a administração. Na prefeitura tem 400 licitações em andamento e na Câmara 18.

 

Quem ganha a eleição em Catalão para deputado estadual é um do PMDB e outro do PSDB.

 

O ex-presidente da Câmara deu aumentos de 130 a 190% em dois anos. Eu não tenho culpa disso. Alguns entraram na justiça porque eu não vou pagar salário que passa de R$ 24 mil reais.

 

Tem que fazer economia. Hoje eu tenho R$ 700 mil reais de caixa na Câmara que estou guardando para pagar o 13º em novembro.

 

Conheço o Adib há 9 anos. Ele vai virar Catalão do avesso. Lembram que há quatro meses atrás a cidade era só buracos, salários atrasados?

 

Eu fico doente quando uma empresa de fora ganha uma Licitação, mas é a Lei.

 

Não uso e sou contra. Em todo lugar o pessoal está mexendo nesse Whatsapp. Na Câmara já avise os funcionários para atender a população e esquecer o Whatsapp. Você vai em um restaurante e se tiver 100 pessoas, 80 estão mexendo no aparelho e não conversam entre si.

Compartilhar

Sobre o Autor

Hugo César

Hugo César

Artigos Relacionados

0 Comentários

Ainda não há comentários!

Não há comentários no momento, você quer adicionar um novo?

Escrever um Comentário

Escrever um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

3 × 5 =